Dicas para você não confundir a admiração por outra pessoa com vontade de trair

traicao-entre-casais-012017-1400x800.jpg
Victoria 1/Shutterstock

O medo da traição assombra qualquer relacionamento sério e monogâmico. Porém, “pessoas que não toleram bem frustrações são as menos confiáveis”, afirma o psiquiatra Flávio Gikovate. Mais que o marasmo diante do tempo de união, alguns traços de personalidade também tornam certos parceiros mais dispostos a trair. “O que leva o indivíduo a ser infiel é a maturidade emocional e o rigor da formação moral”, afirma.

Admiração ou atração física?

É fato que a aproximação acontece primeiramente por atração, e facilmente, ou quase sempre, este fator atrativo pode estar ligado à admiração. Ou seja, as pessoas são atraídas e traídas pelo que veem, por seu senso estético do que as atraem, já que esse – o visual – é o primeiro tipo de contato estabelecido.

Mas, não seria essa admiração pelo conjunto de sentimentos causados em você, como atração física, identificação musical, de estilo, afinidade psicológica, admiração por seus gestos, profissionalismo, atitudes com os outros, atração estética, como discernir desejo por afeição?

Primeiro, pense bem, por que você cometeria essa traição? Para muitos especialistas, como Gikovate, a infidelidade sexual é diferente da sentimental. E, frente à toda a diversidade e ainda que lutem por mais igualdade, homens e mulheres, por mais semelhantes que sejam os papéis que desempenham em sociedade, têm visões distintas sobre as relações amorosas, em especial quando envolve a traição. Então, volte às causas e não às consequências. Reflita se não está confundindo as coisas.

amor coracao paixao 0816 400x800

Mesmo que seja sem a pretensão de ser uma decisão definitiva, procure prestar atenção aos seus sentimentos. Não tome nenhuma atitude precipitada, apenas observe suas reações e também como se comporta a pessoa que você admira. Às vezes, são nos pequenos gestos que estão as principais respostas para todas as angústias e preocupações. E, mais do que tudo, pense em não magoar ou desrespeitar quem sempre foi importante para você.

Fonte: Bolsa de Mulher

Qual a posição sexual preferida por gays, lésbicas e bissexuais?

bg6dqit3m795dby55smrcjiuw.jpg
Shuttersock

Será que sua posição sexual preferida seria a mesma escolhida por outras pessoas? Para descobrir quais as preferências, hábitos e desejos sexuais mais comuns o DrEd, serviço de medicina online britânico, fez uma pesquisa com 2 mil pessoas do Reino Unido e dos Estados Unidos para descobrir esses dados.

Os participantes foram questionados sobre qual a  posição sexual  preferida e qual posição eles gostariam de tentar. Ao abordar os hábitos de pessoas que não se consideram hétero, o estudo homogenizou homens gays e mulheres lésbicas em um único grupo, colocando-os simplesmente como “gays”.

Por isso, alguns resultados podem soar estranhos para algumas pessoas e não bater com a realidade. Apesar disso, a pesquisa não deixa de apontar dados interessantes sobre as preferências de gays, lésbicas e bissexuais.

Preferências

Foram listadas as cinco posições de maior preferência entre os entrevistados. “De quatro” ficou em primeiro lugar, sendo a preferida entre todos os grupos. Os participantes da pesquisa também citaram anal como um dos top 5.

Entre gays e lésbicas, as clássicas posições 69 e oral apareceram também na lista. No entanto, não foram citadas por bissexuais. Por outro lado, “segurar as pernas para cima” é escolhida como uma das preferências dos bissexuais, mas não é citada pelo outro grupo.

Novas posições 

O sexo deve ser um momento não apenas de prazer, mas também de diversão. É hora de experimentar novas coisas e apimentar a relação, colocando em prática os desejos e vontades. Mas, às vezes, repetir sempre a mesma posição pode fazer com que o casal caia na rotina e esfrie o momento.

Pensando nisso, a pesquisa do DrEd perguntou aos participantes quais posições eles gostariam de experimentar e testar. Para os que se identificaram como bissexuais, fazer sexo em cima da mesa é o maior desejo. Já para gays e lésbicas, a famosa posição sexual 69 está na primeira opção, mas com um detalhe: em pé!

E aí, o que achou da pesquisa? Qual posição sexual você tem vontade de colocar em prática?

Fonte: iGay

Esquente o clima: 32 frases para provocar um homem ou uma mulher no WhatsApp

mensagem-provocar-sensual-0117-1400x800.png
Jane Kelly / flower travelin’ man / Shutterstock

A troca de mensagens picantes pelo celular com um crush ou mesmo parceiro fixo pode deixar a relação bastante interessante, instigar mudanças na rotina e esquentar o clima mesmo à distância. Confira sugestões de frases quentes para provocar um homem ou uma mulher no WhatsApp:

Mensagens picantes para mandar pelo WhatsApp

1. Se eu estivesse com você agora, onde iria querer que eu te tocasse?

3. Sinto como se algo estivesse faltando em minha vida. Você. Entre minhas pernas.

4. Acordei hoje pensando no seu corpo e logo cedo tive que me masturbar no banho

5. Quero te contar o sonho erótico que tive com você esta noite. Vamos nos encontrar para eu dar mais detalhes?

paquera celular casal 0117 400x800

6. Deixei a barba aparada do jeito que você gosta… Quer sentir no seu pescoço?

8. Acabei de sair suado da academia, precisando de um banho. Quer ensaboar meu corpo?

9. Passei em um sex-shop e comprei algo que acho que você vai gostar.

10. Se você adivinhar a cor da minha lingerie hoje ganha a chance de tirar peça por peça.

celular smartphone homem 0916 400x800

11. Se tiver estressado no trabalho me ofereço para fazer uma massagem especial.

12. Descanse bem à tarde porque hoje à noite não vou te deixar dormir

13. Adivinhe o que estou pensando? Vou te dar uma dica: envolve minha língua e você nu.

14. Estou morrendo de vontade de descobrir se você é tão bom na vida real como é em minhas fantasias.

15. Se eu te deixasse fazer o que quisesse comigo, o que faria primeiro?

celular mulher cama

16. Você já se masturbou enquanto trocava mensagens com alguém?

17. O que você quer que eu faça com você hoje à noite?

18. Eu adoraria te chamar para conversar, mas se chegasse aqui não ia conseguir tirar as mãos de você.

19. Eu continuo tendo esse sonho recorrente de você tentando tirar a minha roupa… Que estranho!

20. Você não é muito bom em fingir que não me quer.

homem smartphone celular 0916 400x800

21. Estou nua agora.

22. Me deu uma vontade de fazer uma loucura nas escadas de incêndio do prédio hoje…

23. Sabe aquela fantasia sexual que me contou outro dia? Comprei um acessório que acho que combina com ela. Quer experimentar?

24. Meu colega de quarto está viajando. Hoje poderemos fazer bastante barulho.

25. Tenho algo para lhe mostrar. É uma surpresa e você vai ter que tirar minha roupa para descobrir.

celular sexo cama

26. Lembrei de você enquanto tomava banho… não vejo a hora de te encontrar hoje à noite!

27. Não consigo parar de pensar em você naquela cueca boxer preta ontem. Estava muito gostoso.

28. Ontem foi muito bom. Estou com as pernas moles até agora.

29. Nem estou conseguindo trabalhar imaginando como vai ser hoje à noite.

30. Acabei de sair do banho e não consigo decidir qual calcinha colocar. Você acha melhor a fio dental preta ou a de rendinha?

31. Estou com saudade de ouvir seu gemido quando faço você chegar ao orgasmo.

32. Estou deitado, sem sono e pensando em você

Fonte: Vix

Como realizar sua fantasia sexual pela primeira vez

conseguir-mais-sexo-07.jpg

Transar em um lugar público

“Se transar na frente de outras pessoas a faz ter mais prazer, fique sabendo que não é a única a se sentir dessa forma. Muitas pessoas sentem tesão ao saber que estão sendo observadas. A fantasia de estar prestes a chegar ao orgasmo e ser flagrada pode ser um potencializador para o seu clímax, mas para realizá-la é preciso alguns cuidados. Transar em locais públicos é crime que pode levar a detenção. Só que não é por isso que precisa deixar essa adrenalina de lado para sempre, ok?

Tesão em ação: existem alternativas que vão fazê-la ter muitos orgasmos — e com a companhia de terceiros por perto. “Comece indo a uma casa de swing. Lá vai conseguir transar em frente a outras pessoas sem correr riscos”, diz a consultora em sexualidade Fabiane Dell’Antonio, de São Paulo. Outra alternativa é fazer sexo em sua própria casa com as janelas abertas. Você nunca vai saber se seus vizinhos do prédio ao lado estão assistindo às suas sacanagens, mas na dúvida é melhor pensar que sim. E ainda há uma terceira opção: transar em frente à webcam. Existem sites especializados para isso no qual você pode se inscrever, como o Sexlog.

Ménage a trois

Ménage

Fazer um ménage é uma das fantasias que mais aparecem no imaginário de homens e mulheres. A ideia de trazer um terceiro para a cama é tão excitante para algumas pessoas que tem casal que faz disso uma prática recorrente. A gente nem precisa dizer que antes de terem mais um convidado para a festa do orgasmo vocês precisam conversar muito, certo? “A comunicação é essencial para colocar os limites do que vai ser a noite”, diz Fabiane. Se vier mais um homem, seu boy vai interagir com ele? Se for uma mulher, você interage ou só ele? Vai rolar penetração com o estranho? Não pode haver dúvidas, porque no momento da transa o tesão vai falar mais alto — e o ciúme não tem lugar.

Tesão em ação: para que a experiência seja o que sonhou (e mais!), todo mundo precisa estar na mesma página. A escolha do parceiro também é algo para ser feito com delicadeza. A preferência é de cada casal, mas vale pensar se essa pessoa deve ou não fazer parte do seu círculo de amigos. O que por um lado pode deixá-los menos preocupados em saber quem é o terceiro elemento do sexo, por outro acabam correndo o risco de acabar com uma amizade por causa da torta de climão que podem enfrentar após os orgasmos. Para alguns casais, a graça pode até ser a adrenalina de transar com um desconhecido — que vocês podem conhecer em casas de swing ou em sites especializados em sexo.

BDSM

Depois de Cinquenta Tons de Cinza, a prática do BDSM se popularizou e caiu na fantasia de muitas mulheres. Mas a sigla não significa apenas que o cara pode tirar um chicotinho do bolso e usá-lo em você só por achar sexy ver o seu bumbum vermelho depois de umas boas palmadas na hora do sexo (a gente conhece seus planos, Christian). BDSM significa bondage, disciplina, dominação e submissão. Você não precisa praticar todas de uma vez. Basta ter tesão por uma delas para entrar nesse estilo de vida.

50 Tons de Cinza

Tesão em ação: a palavra-chave para tirar o melhor proveito dessa situação é pesquisar (e muito!) a respeito dessas práticas. Dessa forma, consegue escolher a vertente que mais combina com você. Gosta de apanhar? De dominar? De ficar restrita? E o boy, onde se encaixa? Feito isso, hora de prestar atenção nas regras do jogo: vocês vão precisar de uma palavra de segurança (que será a responsável por interromper qualquer atividade) e ter em mente que “não” é “não”. Não existe negociação. A dica de ouro para quem quer começar uma prática sexual diferente daquela à qual está acostumada é simples: não exagere. “Meu conselho é nunca ir de cara ao extremo. Vá aos poucos. Isso aumenta o tesão”, diz Fabiane. Outra observação: cuidado com as improvisações. Usar cordas que tem em casa, por exemplo, pode acabar machucando você ou o parceiro. Busque itens indicados ou que sejam mais delicados na pele.


Swing

“Uma casa de swing tem bares, baladas e locais exclusivos para o sexo. Mas antes de entrar nessa etapa vem a pergunta: você e o gato estão preparados para transar com estranhos? “O casal tem que ter bem claro o que pretendem fazer”, diz Fabiane.

Tesão em ação: a busca do melhor lugar pode rolar em sites de relacionamentos especializados em sexo. Como no swing a ideia é que aconteça troca de casais, o legal é ir acompanhada pelo seu parceiro para que a fantasia seja realizada por completo. Se é solteira, pode aproveitar e dividir momentos com quem queira acrescentar mais uma no sexo.

Fonte: Cosmopolitan

Nem ativo, nem passivo, muito pelo contrário: descubra o que é gouine

4re5lzxh9l2hddrpdfrw2b0s8
Reprodução

É muito comum ver nos aplicativos de relacionamento a dicotomia: passivo ou ativo? Bom, e quem não é nenhum dos dois? Quem não pratica penetração, oras, é gouine! E o que isso significa?

Gouine é quem não gosta de sexo anal: nem de fazer e nem de receber. Eles praticam “gouinage”, que é um termo em francês que significa “lesbiandade”, e se refere a um sexo que não envolve penetração. No ato sexual praticado pelos gouines pode rolar masturbação, sexo oral e “frottage” (francês para fricção).

Essa forma de transar é um rompimento com a ideia de que toda relação sexual tem que ter penetração e também estabelece uma horizontalidade durante o sexo, defendem os gouines. Para entender mais sobre a prática, conversamos com alguns jovens adeptos do gouinage.

Descoberta

Gustavo* costumava ser o passivo na relação, mas hoje é adepto da prática sem penetração. O estudante de Jornalismo conta que, por um tempo, achou que sexo era como o reproduzido no pornô: “um ativo tendo milhões de orgasmos no comando, enquanto um passivo aparentemente era submisso e apenas isso”, e que essa era a única forma possível.

“A questão é que de todos os caras com quem transei até hoje, nenhum me fez sentir este prazer de fato”, revela.

Então, repensando a função do sexo, ele pôde rever o que poderia fazer na cama. “Sexo é prazer, certo? E, principalmente, prazer consensual”, ele reflete. Optando por outras práticas, ele conheceu o sexo sem penetração. “E eu gosto muito”, conta.

Posição sexual

Giovanni*, também estudante de Jornalismo, conta que, no gouinage, ninguém fica por cima ou por baixo, mas lado a lado: “Pensamos no prazer um do outro. O sexo é a dois e não acaba quando um só goza”.

Gustavo, quando descreve como é a relação sem penetração, também reforça essa questão da mutualidade: “É de igual para igual, sabe? Os dois estão sentindo prazer da mesma maneira”.

Sem rótulos

Gustavo tem ressalvas ao se aderir ao rótulo, pois não descarta a possibilidade de realizar penetração algum dia. “Ainda não achei uma pessoa em que eu sinta confiança suficiente para isso”, ele conclui.

Assim como Gustavo, Giovanni segue a prática, mas prefere não se definir como gouine. Entretanto, suas razões são outras. “Gouinage significa lesbiandade, mas sexo sem penetração não significa sexo lésbico. Sexo lésbico é entre mulheres”, explica.

*nomes usados são fictícios

Fonte: iGay

%d blogueiros gostam disto: